Beleza é o melhor remédio

Postado por sophiamind em 14/07/2010 às 12:35

Categoria: Notícias | Tags: , , ,

Com as últimas regras estabelecidas pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária –, como a proibição de vendas de produtos de conveniência, as farmácias e drogarias de todo o país viram seus faturamentos comprometidos, pois para algumas delas essas categorias correspondiam a aproximadamente 15% de seus ganhos.

A saída indicada pela PH Eventos, empresa Paulista especializada em Marketing Farmacêutico, foi direcionar os investimentos em estratégias para impulsionar as vendas de produtos de beleza e perfumaria nestes estabelecimentos, segundo informações divulgadas no portal Mundo do Marketing.

Independente do target verificou-se a necessidade de ampliação do espaço para a exposição dos produtos e dos serviços de beleza, tanto nas drogarias direcionadas ao consumo da classe C, que tende a pesquisar mais por preços, quanto as direcionadas à classe A, que busca produtos mais especializados. Os principais argumentos de comunicação apresentados na reforma promovida pela Drogaria Iguatemi, do Shopping Iguatemi em São Paulo, e direcionada ao consumidor de maior poder aquisitivo são versatilidade, dinamismo, luxo e bem-estar.

Os produtos e serviços de beleza e perfumaria são a segunda categoria mais consumida pelas mulheres, estando atrás apenas dos produtos de mercearia. Segundo a pesquisa realizada pela Sophia Mind em dezembro de 2009 sobre Consumo de Produtos de Beleza a média de gasto feminino dessa categoria é de R$177 e os atributos essenciais para que a uma compra seja realizada são a percepção de qualidade e o preço.

Apesar dos medicamentos ainda serem a principal fonte de renda das drogarias e farmácias, a ênfase aos produtos de beleza se apresenta como uma solução, tanto para a manutenção quanto para o impulso das vendas.

Compartilhe:

Outros

Comente

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.